Acerca do «Mundo flutuante»

segunda-feira, 5 de setembro de 2011

Aderir à Wikipédia para participar do conhecimento colaborativo

Via http://stats.wikimedia.org/wikimedia/animations/requests/
Em 2006 era ainda possível questionar a credibilidade e a actualidade da Wikipedia, sobretudo na quase inevitável comparação com a Enciclopédia Britânica, incondicionalmente considerada «o» monumento do conhecimento humano. Tal já não é, contudo, verdade em 2011.

Iniciada há 20 anos, em Janeiro de 2006, a Wikipedia em língua inglesa encontrava-se no 33º. lugar da lista dos sítios mais populares dos EUA com 18,3 milhões de utilizadores. Um ano depois, de acordo com a empresa ComScore Networks Inc., entrara já para o top ten deste universo, posicionando-se em 9º. lugar com 42.9 milhões de visitantes, acima do New York Thimes (em 10º. lugar) e da Apple (em 11º. lugar). Em Abril de 2011, segundo a Google, ocupava o 5º. lugar deste ranking.

Há uns anos atrás, Nuno Crato foi um dos primeiros académicos portugueses, então em contra-corrente face a grande parte da comunidade científica e académica portuguesa e mesmo internacional, a pronunciar-se a favor da credibilidade da Wikipedia versus Enciclopédia Britânica, na rubrica semanal que então publicava no semanário Expresso

Em 2010, já muitos concluíam abertamente o mesmo comprovando-o de diferentes formas, em particular jovens universitários como os do curso de Social Media num dos blogues oficiais da Fordham University's Spring, Nova Yorque, ou o haker-programador inglês Tom Morris.

Também segundo o ACSI (The American Consumer Satisfaction Index), o mais credível indicador americano de avaliação da confiança dos consumidores americanos, com 77% de fiabilidade, a Wikipedia é o sítio mais , seguida do YouTube com 73%, do Facebook com 64% e do MySpace com 63%.
Via http://infodisiac.com/Wikimedia/Visualizations/
A Wikipédia em língua portuguesa está bem e recomenda-se, sobretudo graças à colaboração brasileira. Contribuir para o conhecimento colectivo, publicando na edição portuguesa da Wikipédia apenas exige algum tempo de preparação. A edição avançada sobretudo requer a leitura dos diversos protocolos de publicação estabelecidos (e acordados após ampla discussão) pelos editores séniores. Mais do que tudo, a editar conteúdos na  Wikipédia constitui uma experiência extremamente gratificante e compensadora.

Sem comentários:

Publicar um comentário