Acerca do «Mundo flutuante»

segunda-feira, 20 de junho de 2011

Do mundo flutuante

Não poderia iniciar melhor um blogue do Mundo flutuante do que, como agora, recém-chegada do Maratón de los Cuentos de Guadalajara. Organizado pela Associação de Promoção da Leitura de Guadalajara, tenho-o vivido todos os anos desde que pela primeira vez dele me falaram, em 1996. Como um ritual de que me recuso a prescindir. Hoje, para além de poder contribuir ainda que à distância para a organização do maior Maratón de Cuentos do mundo, orgulho-me de ser uma dos 300 voluntários que nele trabalham todos os anos durante cerca de uma semana.


Se quiserem saber um pouco do que é o Maratón de los Cuentos, entrem no Palácio do Infantado: vejam, escutem e sintam o whispering de um mundo tão antigo quanto a nossa espécie, o da narração oral.


Palácio do Infantado, onde decorre a actividade central do Maratón de los Cuentos.
Foto af/G (Agrupación Fotográfica de Guadalajara)
Sítio de af/G

         
Contar de dia e de noite, ininterruptamente, num fim-de-semana de 46 horas...
Foto af/G

Sem comentários:

Publicar um comentário